sábado, 3 de janeiro de 2009

Sobre nacionalisteiros babacas e socialistas retrógrados

Brasília, 5 de abril de 2006.

Prezado Coronel Roberto,

“Sem ódio e sem preconceito” era a máxima do historiador romano Tacitus. Sempre procuro seguir esse conselho quando escrevo alguma coisa, embora às vezes me sinta na obrigação de usar algumas palavras mais pesadas, ainda que não injuriosas, como “babacas” ou “asnos”. Não se trata de raiva, nem de ofensa, como o senhor disse. O que escrevi é fruto de uma simples constatação, que qualquer sujeito de inteligência mediana, como a minha, poderá facilmente comprovar. Apenas, o modo como me expressei está carregado um pouco cum grano salis, o que é ótimo, já que o humor tem a grande virtude de desmontar muitas idiotices, expondo o ridículo da situação.

Na AMAN não se ensina mais Gê Révo (Guerra Revolucionária). A ESG, considerada antigamente a “Sorbonne brasileira”, no dizer do embaixador José Osvaldo de Meira Penna, hoje transformou-se numa madrassa petista, polvilhada de comunistas cretinos e nacionalisteiros babacas, os quais, depois do desmonte da União Soviética, vêem nos EUA o inimigo comum a combater. Em resumo, foi isso o que eu afirmei em mensagem enviada ao senhor, Cel Roberto, a Miss Grace (Graça Salgueiro) e a mais alguns amigos. Por que tanto ranger de dentes? A carapuça lhe caiu tão bem assim?

Embora eu não tenha falado nenhuma besteira, o senhor sentiu-se tremendamente ultrajado, disse que simplesmente iria me ignorar. Mas, apesar desse desprezo todo, V. Sa. perdeu um tempo precioso com este “imbecil” que lhe treplica agora, eu acho que até demais para uma nulidade como a minha, digitando 659 caracteres (com espaços) para escrever 107 palavras em dois parágrafos:

“Responderei a todos, exceto ao Sr. Feliz Meier, pois neste não vejo nem a competência, nem a compostura mínima indispensável para uma discussão sensata. (Vejam o que esse imbecil me mandou :'Pior do que comunista, só mesmo esses nacionalisteiros babacas, que acreditam em tudo..... Depois do desmonte da União Soviética, nossos valentes oficiais aprendem nas academias militares e na ESG que o inimigo agora a combater é Tio Sam’.) Porque essa raiva e essas ofensas? Nesse senhor há muito tempo que eu já identifiquei a sua falta de conhecimentos técnicos, falta de compostura e a sua ideologia (digamos, transversa...) eu não apenas o desprezo, eu o ignoro".

Leia texto completo em http://www.usinadeletras.com.br/exibelotexto.php?cod=6932&cat=Ensaios&vinda=S

Obs.: Tácito ou Tacitus: por isso meu e-mail é ttacitus@hotmail.com. O "t" duplo é porque na época em que me cadastrei já havia um tacitus (F. Maier).