domingo, 4 de janeiro de 2009

O brasileiro é de direita

Félix Maier

25/08/2006

Não são as poucas intervenções de pastores americanos em programas de TV que definem o conservadorismo dos brasileiros, mas o caráter do brasileiro em si, a educação que ele recebeu em casa, fruto da sua cultura e religiosidade cristãs.

“O Comunismo não é a fraternidade: é a invasão do ódio entre as classes. Não é a reconciliação dos homens: é a sua exterminação mútua. Não arvora a bandeira do Evangelho: bane Deus das almas e das reivindicações populares. Não dá tréguas à ordem. Não conhece a liberdade cristã. Dissolveria a sociedade. Extinguiria a religião. Desumanaria a humanidade. Everteria, subverteria, inverteria a obra do Criador” (Rui Barbosa).


Pesquisa Datafolha, publicada no Jornal de Brasília (14/8/2006, pg. 9), não deixa dúvidas: a maioria do povo brasileiro, 47%, considera-se de “direita”; 23% consideram-se de “centro” e 30% de “esquerda”.

“A pesquisa mostra que são contra a discriminação da maconha 79%. Do aborto, 63%. Outros 84% defendem a redução da maioridade penal de 18 para 16 anos e 51% querem a instituição da pena de morte… Em alguns temas, como aborto, drogas e pena de morte, os eleitores mais jovens se mostram até um pouco mais conservadores que os mais velhos”.

“No geral, também são pequenas as diferenças de opinião entre os eleitores de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e de Geraldo Alckmin (PSDB). Os simpatizantes ao tucano são ligeiramente mais conservadores apenas em relação à maioridade penal e à pena de morte”.

Mas nem todos gostaram da pesquisa. Walter Maierovitch, ex-Secretário Nacional Antidrogas, diz que a culpa é do “imperialismo cultural”. Ou seja, mais uma vez, a culpa de o brasileiro, em sua maioria, não se considerar de “esquerda” recai sobre Tio Sam: “O brasileiro é muito mal informado sobre esses temas polêmicos e geralmente acaba se alinhando com posições que emanam dos EUA, onde essas discussões são mais profundas e conservadoras”.

Leia texto completo em http://www.midiasemmascara.org/?p=5461