terça-feira, 20 de janeiro de 2009

Horário de verão: Dez maneiras de economizar energia

Félix Maier

19/10/2008

Horário de verão,
Pura enganação!
A energia que economiza o bebedor de cerveja à tarde na calçada,
Gasta o trabalhador fazendo a barba de madrugada!


O horário de verão só tem uma razão de ser: atormentar os alunos que levantam de madrugada, ainda escuro, para ir à escola. E para azucrinar a vida dos trabalhdores que residem em bairros distantes.

Além de atentar contra o relógio biológico que todos temos, a economia do "pico" do gasto energético é ínfimo, se não irrisório - nada concorrendo para evitar um possível apagão, razão da existência do horário de verão apontada pelas autoridades.

Você quer, de verdade, economizar energia? Pois vai aí, abaixo, um decálogo que elaborei em 2001, durante o quase apagão de FHC. Na época, consegui reduzir o consumo de energia elétrica pela metade, ao aposentar o freezer, colocar lâmpadas eletrônicas na casa e tirar da tomada todos os aparelhos de som/TV e tudo o mais que tem luz piscando.

10 maneiras de economizar energia:

1. Fazer um "gato".
2. Ver o Jornal Nacional e as novelas na casa do vizinho.
3. Colocar um ímã no "relógio" de luz.
4. Esquentar o ferro elétrico no fogão a gás.
5. Dar o freezer de presente à sogra.
6. Jantar à luz de velas.
7. O casal deverá tomar banho de chuveiro frio, a dois (o contato sexual tornará a água bastante quente; haverá dupla economia de energia: do chuveiro elétrico e da bomba d'água do condomínio; a contra-indicação é que 9 meses depois poderá ter que comprar um abajur para o bebê).
8. Comprar um bilboquê para o filho e esconder o videogame.
9. Substituir o computador pela velha Olivetti.
10. Passar uma temporada na casa do dindinho.