segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

Sobre síndromes

Félix Maier

15/06/2004

O que vem a ser “síndrome”? Busquemos uma definição sucinta, sem a ajuda da “língua de pau” (1) de médicos, psicanalistas, psicólogos e palpiteiros, utilizando um simples dicionário:

“Síndrome, s. f. (gr. sundrome). 1. Conjunto de sintomas que se apresentam numa doença e que a caracterizam. 2. Grupo de coisas concorrentes. 3. Concorrência de condições e resultados; conjuntura: Síndrome social, econômica, política – S. de Banti: o mesmo que doença de Banti. S. de Cushing: o mesmo que doença de Cushing” (in Dicionário Brasileiro da Língua Portuguesa, da Encyclopaedia Britannica do Brasil, Companhia Melhoramentos de São Paulo, 13ª Edição, 1994, pg. 1604).

No sentido de “conjuntura”, como poderíamos chamar o atual estágio econômico brasileiro, que é uma mistura de pré-capitalismo com estatismo, socialismo, peleguismo, assistencialismo e corrupção, situação agravada com a recém-inaugurada República dos Companheiros e seus 20 mil gafanhotos empossados em cargos de confiança? Síndrome de Macunaíma?

Leia texto completo em http://www.usinadeletras.com.br/exibelotexto.php?cod=4797&cat=Ensaios&vinda=S