terça-feira, 30 de dezembro de 2008

Os novos bobos da corte

Félix Maier

6/7/2004

Temas interessantes, como as centenas de gafes cometidas por Lula, que mandou Napoleão à China, que disse que sua mãe nasceu analfabeta e, recentemente, que a Bolívia não faz fronteira com o Brasil, são sempre olimpicamente escondidas por Cecê.


Luís Fernando Veríssimo, que assina LFV, mas que bem poderia rubricar Éle Éfe em seus escritos, e Chico Caruso, que passarei a chamar de Cecê, são dois grandes humoristas. Mordazes, são daqueles tipos que perdem o amigo mas não a piada. Nem por nada que os livros de “crômicas” (crônicas cômicas) de Éle Éfe estão entre os mais vendidos no Brasil. Éle Éfe é o best-seller número um, superando inclusive Paulo Coelho. Cecê é velhíssimo chargista de O Globo. Dispensa comentários. O problema dos dois é que…

No dia 12 de setembro de 1995, eu escrevi uma carta ao Jornal do Brasil, que dizia o seguinte:

Leia texto completo em http://www.midiasemmascara.org/?p=2644#more-2644