terça-feira, 30 de dezembro de 2008

O PT ressuscitou o DOPS

Félix Maier

3/9/2004

O PT, que no passado satanizou o DOPS, ressuscitou o demônio. Para não amedrontar a população incauta, o DOPS da República dos Companheiros foi batizado com um pomposo nome de pau: Delegacia de Defesa Institucional. Pode parecer, à primeira vista, que o órgão se destina a defender as instituições. Porém, a única “instituição” que o DOPS “politicamente correto” defende é a instituição petista.

Para o amigo leitor conhecer um pouco sobre a história do recém-nascido “súcubo ideológico”, que poderá infernizar o sono de todos nós, transcrevo, abaixo, entrevista do jornalista José Nêumanne Pinto à Rádio Jovem Pan, a respeito da truculência feita pela polícia política do PT contra o economista Ubiratan Jorge Iorio, professor da UERJ:

- Locutor: Direto ao Assunto, comentarista José Nêumanne Pinto. Nêumanne, ainda existe uma polícia política funcionando em nossa democracia?

- Nêumanne: Um dos verdadeiros demônios da esquerda brasileira foi, ao longo de toda essa época da democracia da Nova República, o DOPS: o DOPS torturou, no DOPS trabalhou uma figura como Fleury, que é um verdadeiro Belzebu da esquerda armada, e há também o DOPS, uma delegacia de Ordem Política e Social na Polícia Federal, não apenas os DOPS estaduais.

Leia texto completo em http://www.midiasemmascara.org/?p=2943