terça-feira, 23 de dezembro de 2008

Jerusalém, ó Jerusalém!

Félix Maier

11/10/2000

Acompanhando com tristeza o novo "round" de violência entre israelenses e palestinos, a respeito da cidade eterna de Jerusalém, não posso deixar de me lembrar de uma viagem que fizemos a Israel, minha mulher, os dois filhos e eu, no ano de 1991.

Do Monte Scopus e do Monte das Oliveiras se tem a melhor vista da cidade velha de Jerusalém, toda cercada por muralhas, como nas cidades medievais. O Monte das Oliveiras já não faz mais juz ao nome. Poucas oliveiras são vistas no local. Aquela área faz parte da Jerusalém oriental, tomada dos árabes em 1967. Os camelôs do lugar fazem questão de só falar árabe, sentem-se ofendidos se alguém falar em hebraico e garantem que aquele território é palestino.

Do alto do Monte das Oliveiras vê-se o Vale do Cedron, onde na época de Cristo era um lugar imundo, com muito lixo e para onde eram mandados os leprosos. Vê-se uma das portas que dá acesso a Jerusalém, a Porta Dourada, que atualmente está lacrada. Segundo a tradição judia, o Messias irá entrar por aquela porta. Para impedir que isso aconteça, os árabes a fecharam...

Aos pés do Monte das Oliveiras fica um cemitério judeu. Os judeus pagam uma fortuna para serem enterrados naquele local, pois acreditam que quando o Messias chegar, no Juízo Final, serão os primeiros a ressuscitar.

Do Monte das Oliveiras vê-se em destaque, dentro da cidade velha de Jerusalém, a Mesquita de Omar, também conhecida como "Domo da Rocha", com sua enorme cúpula dourada. O nome "Mesquita de Omar" é incorreto. Na realidade, Omar Ibn Al-Khattab, o segundo califa, ao conquistar Jerusalém em 637, apenas identificou o local onde Maomé teria subido aos céus, segundo a tradição islâmica. Foi o califa Abdel Malik Ibn Marwan, em 691, quem realmente construiu a mesquita. Para isso, durante 7 anos ele mandou buscar tesouros egípcios para pagar o ouro da cúpula dourada. A Mesquita de Omar continua sendo uma das edificações mais belas em todo o mundo.


Leia texto completo em http://www.usinadeletras.com.br/exibelotexto.php?cod=402&cat=Ensaios&vinda=S